Julho 20, 2014


748 notas
See Post

repeat from Despoetizando

Onde é que você gostaria de estar agora, nesse exato momento? E então? Somando os prós e os contras, as boas e más opções, onde, afinal, é o melhor lugar do mundo? Meu palpite: Dentro de um abraço.

Martha Medeiros. (via velejo)

(Fonte: nando12, via velejo)

66.931 notas
See Post

repeat from

Até nas flores se encontra a diferença da sorte: umas enfeitam a vida, outras enfeitam a morte.

Provérbio Português.  (via velejo)

(Fonte: encarrilar, via velejo)

1.787 notas
See Post

repeat from Encarrilar

Certas tardes deveriam ser impedidas pelo tempo de deixar que a noite tome seu lugar.

Eder Moreira. (via velejo)

(Fonte: eder-moreira, via velejo)

146 notas
See Post

repeat from Eder Moreira

Primeiro porque todos deveriam ser coniventes com aquilo que lhes supre. Segundo porque tudo que é demais é ruim, e tudo que é de menos desanima, frusta, dá tristeza. Terceiro porque qualquer amor é aceitável, mas dispensável na mesma proporção.

Alugue Felicidade. (via icanfixyou)

(Fonte: aluguefelicidade, via icanfixyou)

1.103 notas
See Post

repeat from POESIA CONCRETA

Eles se amam. Todo mundo sabe mas ninguém acredita. Não conseguem ficar juntos. Simples. Complexo. Quase impossivel. Ele continua vivendo sua vidinha idealizada e ela continua idealizando sua vidinha. Alguns dizem que isso jamais daria certo. Outros dizem que foram feitos um para o outro. Eles preferem não dizer nada. Preferem meias palavras e milhares de coisas não ditas. Ela quer atitudes, ele quer ela. Todas as noites ela pensa nele, e todas as manhãs ele pensa nela. E assim vão vivendo até quando a vontade de estar com o outro for maior do que os outros. Enquanto o mundo vive lá fora, dentro de cada um tem um pedaço do outro. E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz. Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é dificil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. E todos os dias eles se perguntam o que fazer. E imaginam os abraços, as noites com dores nas costas esquecidas pelo primeiro sorriso do outro. E que no momento certo se reencontrem e que nada, nada seja por acaso.

Tati Bernardi.   (via icanfixyou)

(Fonte: tudocertotudoempaz, via icanfixyou)

27.765 notas
See Post

repeat from Maktub..

Deve ter sido melhor assim. Cada um vivendo suas vidinhas medíocres e sem mais pretensões, rodeados pela comodidade do comum, do habitual, da rotina. Nem vou mais tentar filosofar sobre os sentidos que a vida teria se tivéssemos dispostos a largar o mundo para juntarmos os corações. Não. Não dessa vez. Por que não? Bem, porque você quis assim, indiretamente, claro, mas quis. Como sei disso? Sei porque esperei. Demais. Esperei e nunca tinha esperado tanto por algo. A espera é a linha tênue entre o céu e o inferno, só que esse céu é inalcançável, meu bem. Você estava tão perto e ao mesmo tempo tão longe das minhas mãos que eu não sabia se ficava imóvel ou se ia embora ou se seguia você pelo mundo e lhe dizia as palavras que nunca disse porque você não parou para me ouvir um minuto sequer. Parar até parou, mas não do jeito que estou querendo dizer. Você sabe. Seus ouvidos estão sempre em outro lugar, esperando por outra coisa que me incomoda: as palavras de outrem, um indigno e infiel marmanjo que só resolveu cuidar de seus pertences quando outro — que no caso sou eu — apareceu. E enquanto você não fincava o pé em terra firme e parava para me ouvir, eu não sabia se mentia para mim mesmo dizendo que isso iria passar em semanas ou se dizia a verdade e aceitava que era tarde demais para retroceder o processo, reiniciando nossa quase história de forma consciente para não cometer os mesmos erros nesse jogo que não teve vencedor. Esse jogo que não aprendi a jogar. Esse jogo que infelizmente nunca foi um jogo. Esse jogo de palavras ditas em silêncio que se perderão por aí, no mundo do esquecimento, no meio das coisas que não voltam.

Junior Lima.  (via icanfixyou)

(Fonte: recomendar, via icanfixyou)

404 notas
See Post

repeat from AO SUL DE LUGAR NENHUM

Te cuida, dissera ele. E eu ouvi como se fosse um te amo.

Martha Medeiros.  (via icanfixyou)

(Fonte: que-seja-leve, via icanfixyou)

33.582 notas
See Post

repeat from Que tudo seja leve

Bonito mesmo é quando alguém tenta te fazer sorrir.

O menino Charlie. (via poetaciumenta)

(Fonte: tipografado, via poetaciumenta)

61.037 notas
See Post

repeat from Prefiro morrer de saudade

Aprendi que esperar é a parte mais difícil, e quero também habituar-me a isso; saber que estás comigo, mesmo que não estejas ao meu lado.

Paulo Coelho.    (via quoteiros)

(Fonte: roubavel, via quoteiros)

3.388 notas
See Post

repeat from a gente é saudade

Julho 19, 2014


(Fonte: worenou, via stropless)

4.831 notas
See Post

repeat from Antigo UI-WORENO ✌️

Você merece tanta felicidade, sabe? Merece ir dormir na tranquilidade e acordar com um sorriso porque está vivendo a melhor época da sua vida. Você merece pessoas verdadeiras, amigos mais próximos e gente desinteressada. Você merece leveza na alma e paz no espírito. Você merece tudo isso de verdade e rezo por você todas as noites, rezo para que tudo isso aconteça logo.

Cartas para Julieta.   (via nevarias)

(Fonte: citografou, via c0nteo)

19.200 notas
See Post

repeat from Efêmero.

Uma flor nasceu na rua! Passem de longe, bondes, ônibus, rio de aço do tráfego. Uma flor ainda desbotada ilude a polícia, rompe o asfalto. Façam completo silêncio, paralisem os negócios. Garanto que uma flor nasceu. Sua cor não se percebe, suas pétalas não se abrem, seu nome não está nos livros. É feia. Mas é realmente uma flor. Sento-me no chão da capital do país às cinco horas da tarde e lentamente passo a mão nessa forma insegura. Do lado das montanhas, nuvens maciças avolumam-se. Pequenos pontos brancos movem-se no mar, galinhas em pânico. É feia. Mas é uma flor. Furou o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio.

Carlos Drummond de Andrade.  (via velejo)

(Fonte: companhiadaspalavras, via velejo)

11.705 notas
See Post

repeat from Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres

Só nós dois, só os dois, só à dois.

Caio Fernando Abreu. (via velejo)

(Fonte: viversentiramar, via velejo)

34.075 notas
See Post

repeat from Na falta de um adeus.

(via supostos)

16.987 notas
See Post

repeat from